História de superação de Rosângela Feltrin da Silva

História de superação de Rosângela Feltrin da Silva

Durante todo o mês de outubro, vamos compartilhar histórias de superação de mulheres guerreiras que não se deixaram abater pelo diagnóstico do câncer, que lutaram e venceram a doença.

Hoje vamos compartilhar a história de superação Rosângela Feltrin da Silva, diagnosticada em 2014 com câncer no sistema linfático. Seu câncer não foi de mama, mas merece destaque durante o Outubro Rosa, pois reforça  o alerta sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, que aumentam as chances de cura e reduzem a mortalidade. 


“Em junho de 2014 comecei a sentir dores no estômago, fracas, mas diárias, não dei muita importância. Passado quase um mês, já estava sentindo um nódulo do lado esquerdo do abdômen, abaixo das costelas, passei a me sentir muito cansada, as dores cada vez mais fortes e a perda de peso já era evidente. Resolvi procurar ajuda médica no final de julho! 

Após inúmeras consultas, exames, prováveis diagnóstico, biópsia, sai o resultado: linfoma não Hodgkin (LNH) de grandes células B. Era câncer no sistema linfático e teria que passar por 8 sessões de quimioterapia!!

Minha primeira quimioterapia aconteceu em setembro. Nunca tive náuseas, inclusive me alimentava durante a quimioterapia. Os únicos efeitos colaterais que senti durante o tratamento foi ressecamento da pele e a queda dos cabelos. 

Ficar careca? Não me abalou, me olhava no espelho, me achava bonita e pensava que junto com os fios de cabelo que haviam caído, o câncer estava sendo eliminado do meu organismo!  Foquei somente na minha CURA, o resto voltaria ao normal assim que o tratamento fosse concluído! 

Em momento algum me desesperei ou perdi a , tinha certeza que seria curada e que este seria somente uma fase na minha vida que teria que enfrentar com coragem e FÉ! Recebi tanto apoio e amor dos meus familiares e amigos, fundamental nesse processo todo. Tive o privilégio de estar nas mãos de profissionais incríveis e competentes que me davam todo suporte e esclarecimento.

Durante o tratamento consegui recuperar 13Kg (havia perdido 11 Kg), ingeri suplemento nutricional e segui todas as orientações da minha nutricionista, que também é minha filha. 

Após 6 meses de tratamento, fui informada que o tratamento havia dado certo e estava em REMISSÃO do linfoma. Próximos passos? Durante 5 anos teria que passar por consultas e exames, primeiro a cada 3 meses, depois a cada seis meses, a cada ano, até receber a alta médica. 

Em março de 2019 fui informada que a próxima consulta será em agosto e que se tudo der certos com meus exames, receberei a tão sonhada alta. O que isso significa? Estou CURADA! (Tenho fé e certeza de que isso vai acontecer!)

Gostaria de dizer aos que receberam o diagnóstico de câncer que tenham FÉ, confiem em Deus! Vejam esse momento como uma oportunidade para crescer como ser humano e lembrem sempre, somos mais fortes do que imaginamos! Sigam as orientações e confiem nos profissionais que estão cuidando de vocês. 

Tudo passa e câncer tem CURA SIM!

 

 

 

A Oncocentro agradece imensamente a todas essas mulheres maravilhosas que aceitaram compartilhar conosco sua história de superação. 

Mas, não fique com dúvidas, a melhor maneira de entender é conversando com seu médico. Aqui na Oncocentro damos suporte aos pacientes que buscam ter seus direitos assegurados.

Estamos sempre atualizados e fazemos parte da SBOC (Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica) que nos dá todo o suporte necessário.

Dr. Carlos Felin – CRM 9751
Médico Oncologista – Diretor Técnico da Oncocentro

Sem comentários

Postar um comentário