𝗚-𝗖𝗦𝗙, você sabe o que é?

𝗚-𝗖𝗦𝗙, você sabe o que é?

𝗚-𝗖𝗦𝗙, você sabe o que é? 

Essa sigla (G-CSF), significa fator estimulador de colônias granulocitárias e refere-se ao nosso estimado filgrastim, que é uma glicoproteína que regula a produção e liberação dos #neutrófilos funcionais da medula óssea.

O G-CSF é uma ferramenta útil no dia a dia de oncologistas e pacientes, sobretudo para pacientes que apresentam neutropenia febril durante o tratamento com quimioterapia mielossupressora, onde ele pode ser usado tanto no tratamento da #neutropenia, quanto na prevenção da sua ocorrência.

O medicamento, segundo parecer técnico da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), tem cobertura #obrigatória das operadoras de saúde em ambos os casos citados acima, desde que o paciente preencha os critérios de indicação.

Ele possui algumas apresentações disponíveis no mercado:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
■ Filgrastim (Ex.: Granulokine®, Tevagrastim®)
É uma glicoproteína que regula a produção e liberação dos neutrófilos funcionais da medula óssea.
Administração/Diluição: SC ou EV.

⠀⠀⠀⠀
■ Pegfilgrastim (Ex.:Neulastin®)
É um conjugado de G-CSF recombinante humano (r-metHuG-CSF) com uma única molécula de polietilenoglicol (PEG) de 20 kDa. Pegfilgrastim é uma forma de filgrastim de longa duração devido à reduzida depuração renal.
Administração/Diluição: SC.

⠀⠀⠀⠀
■ Lipegfilgrastim (Ex.: Lonquex®)
É um conjugado covalente de filgrastim com uma molécula de metoxipolietilenoglicol (PEG) via um ligante carboidrato que pertence a um grupo de proteínas, as citocinas. Lipegfilgrastim liga-se ao receptor do G-CSF humano como filgrastim e pegfilgrastim.
Administração/Diluição: SC.

Na segunda foto do carrossel tem uma novidade sobre a nova apresentação do medicamento no Brasil. 🔎

E aí, gostou dessas informações? Me conta o que você achou, vou adorar saber! 🗣

 


Leia também: Alterações nas Células do Sangue durante a Quimioterapia


 

Fontes:

– Manual de Oncologia ClĂ­nica – MOC Drogas, 2020;

– Parecer TĂ©cnico NÂş 24/GEAS/GGRAS/DIPRO/2018.

 

Esperamos que estas orientações tenham ajudado você a entender melhor esse assunto tão importante na vida do paciente oncológico. Mas, não fique com dúvidas, a melhor maneira de entender é conversando com seu médico.

Aqui na Oncocentro damos suporte aos pacientes que buscam ter seus direitos assegurados.

Estamos sempre atualizados e fazemos parte da SBOC (Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica) que nos dá todo o suporte necessário.

Lucas Baco – Farmacêutico Responsável Técnico – Oncocentro 
CRF-RS 17351
Especialista em Oncologia – UFN
Pós-graduado em Farmácia Clínica e Hospitalar – Faculdade Unyleya

Sem comentários

Postar um comentário