(55) 3221-9000

Outubro Rosa: pela prevenção e combate ao câncer em mulheres

Image

Outubro Rosa: pela prevenção e combate ao câncer em mulheres

Outubro é o mês do Outubro Rosa, movimento que vem ganhando força a cada ano com o objetivo de levar conscientização sobre a prevenção do câncer de mama.


De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA) o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama e o que mais aparece nas mulheres da região Sul do Brasil. Ele não tem uma causa única. São vários fatores que podem aumentar o risco de desenvolver a doença, como:

  • fatores endócrinos
  • história reprodutiva
  • fatores comportamentais
  • ambientais
  • fatores genéticos
  • hereditários.

 

⇒ Relativamente raro antes dos 35 anos. Mulheres a partir dos 50 anos, são mais propensas a desenvolver a doença. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.


Abaixo, preparamos um passo a passo de como prevenir e identificar a doença.

 

O QUE É?

Trata-se do desenvolvimento anormal de algumas células da mama, que se multiplicam repetidamente até formarem um tumor maligno.


COMO IDENTIFICÁ-LO?

 O sintoma mais comum é a presença de caroço no seio, com ou sem dor.  Outros sintomas: pele da mama com aspecto de casca de laranja e pequenos caroços embaixo do braço. Porém, nem todo caroço será câncer, daí a importância de se consultar um especialista. O câncer de mama tem cura quando descoberto ainda no início, por isso os exames preventivos são de extrema importância.


DETECÇÃO PRECOCE. COMO FAZER?

Toda a mulher com mais de 40 anos deve fazer o exame clínico* das mamas anualmente. Além disso, mulheres entre 50 e 69 anos devem fazer ao menos uma mamografia** a cada dois anos ou segundo recomendação médica.

* Exame Cínico das Mamas: Realizado por médico ou profissional treinado.  Caso seja necessário, é indicada a Mamografia.

** Mamografia: Exame simples, realizado por um aparelho chamado mamógrafo.  Permite a detecção do tumor mesmo quando ainda bem  pequeno.


QUAIS OS FATORES DE RISCO?   

A existência de um parente direto – mãe, irmã ou filha – que já tenha tido esta doença antes dos 50 anos e a anterior ocorrência de câncer em uma das mamas ou  câncer de  ovário,  em qualquer idade.

⇒ Menarca precoce (idade da primeira menstruação menor que 12 anos);

⇒ Menopausa tardia (após os 50 anos);

⇒ primeira gravidez após os 30 anos, nuliparidade (não ter tido filhos) e terapia de reposição hormonal pós-menopausa, principalmente se prolongada por mais 5 anos.

Outros fatores incluem: a radiação ionizante em idade inferior aos 40 anos, ingestão bebida alcoólica, obesidade, principalmente no pós-menopausa, e sedentarismo.

 


APENAS O AUTOEXAME É SUFICIENTE PARA PREVENIR O CÂNCER DE MAMA?          

Não.  O autoexame auxilia no conhecimento do próprio corpo, mas é essencial que a mulher faça, pelo menos uma vez por ano, o exame clínico com um profissional de saúde, mesmo que o autoexame não mostre alterações.

 


CUIDADOS EXTRAS PARA A PREVENÇÃO

Ter uma alimentação equilibrada, rica em frutas e verduras; praticar atividade física regular; não fumar; evitar a obesidade e a ingestão regular de bebidas alcoólicas são algumas atitudes simples que previnem não apenas o câncer, mas muitas outras doenças. Leve uma vida saudável e seja muito mais feliz.

 


AUTOEXAME

⇒ Deve ser feito, preferencialmente, na semana posterior á menstruação.

⇒ Em pé, diante do espelho, observe o bico, a superfície e o contorno das mamas.

⇒ Posteriormente, levante os braços e note se com o movimento há alguma alteração do contorno e superfície das mamas.

⇒ A mão direita deverá palpar a mama esquerda e vice-versa. Faça movimentos circulares suaves, apertando levemente com as pontas dos dedos.

⇒ Comprima os mamilos com a base á ponta na busca de alguma secreção .

⇒ Palpe as axilas na busca por nódulos.

⇒ Podem ser doloridos ou não.

Caso encontre caroço ou qualquer outra alteração, procure seu médico.


Esperamos que estas informações tenham ajudado você a entender melhor o câncer de mama. Também as disponibilizamos na versão impressa, folders colecionáveis Oncocentro.

Mas, não fique com dúvidas, a melhor maneira de entender é conversando com seu médico. Aqui na Oncocentro você encontra profissionais qualificados e empenhados para oferecer um atendimento ético e humanizado a todos pacientes e familiares.


 

ENFERMAGEM ONCOCENTRO

  • Gabriela Sanchez- COREN 401307- Enfermeira
  • Jaqueline Flores | COREN 426379 – Enfermeira